Esta é uma daquelas oportunidades que você pode pensar que é coisa de doido mas …. para quem é louco por sapatos e pelo Mestre Salvatore Ferragamo não é bem assim.

Pesquisador , incansável estudioso da anatomia dos pés , tentava ao máximo entender a complexidade dos ossos e dos movimentos para chegar a sapatos confortáveis e … pasmem … fáceis de serem usados .

Em 1938 Ferragamo criou a icônica Raibow Platform ( isso mesmo que você leu :1938) para a não menos célebre Judy Galard. Mulher ousada , de personalidade forte tinha uma sandália que compensava sua pouca altura de forma espetacular !

Hoje você pode se aventurar e : ter um modelo deste !!!!

5059400A venda na Harrod´s !

Montecristo-Magazine-2013-Ferragamo-rainbow_show-816x544Em cores vibrantes – No Museu  Ferragamo em Florença .

sollassollas 2Tem Sollas no shopping Rio Sul , Tem Sollas em Ipanema na Henrique Dumond , tem Sollas no coração de muita gente e por lá tem muita coisa bacana demais !!!

 

Olha só que bacana :

Quer aprender a aplicar o Titânio em joias contemporâneas?
Então vá conhecer o  workshop de titânio na joalheria ministrado por Virginia Moraes no Senac Copacabana .
São 12hs de cursos, aos sábados, dias 12, 19 e 26 de setembro.

Inscrições no Senac Copacabana. Rua Pompeu Loureiro 45
ou pelo disque Senac: 4002-2002
Investimento : 300,00 ou 2x de 150.

Se você gosta de joalheria e quer ver os resultados desse material tão interessante corra lá no Senac de Copa .

Virgínia Moraes é uma super mestra da joia  – é mestra porque é apaixonada pelo assunto , pela vida e tem alegria de ensinar no coração ! Quer oportunidade melhor que esta ?

Dá uma olha nas criações das alunas da Virgínia

alunas vialunas vi1IMPERDÍVEL!!!

Sem inverno no Rio de Janeiro e já fazendo a previsão de dias muito mais quentes por aí … Surge a inevitável necessidade de usar sapatos mais abertos e seguindo a feliz onda atual , sem abrir do conforto !  Anos se passaram e o conforto agora entrou no discurso da moda e veio com a chuva de tendências trazidas dos anos de 1990 . Tênis com tudo , tênis brancos com vestido ( eram minha obsessão) e sandálias mega deliciosas de usar . Alguns acham feiosas , outros criticam o casamento de modelos esportivos com pedrarias e outros ávidos por usar tudo que as revistas ditam na Europa acham que a moda já mudou mas, surpresa : as sandálias meio brutas , meio esportivas , com pedregulhos e ainda metalizadas  são o que há no verão europeu! Tá todo mundo usando e as flatforms que falei aqui há um tempão também estão na ordem do dia .sand zaraModelo da Zara – faz a linha despojada chique e aparece nas ruas c pantalonas fluidas e vestidos

sandwarehouse

Da WhareHouse testei esse modelo que traz tudo de uma vez – tem metalizado , tem pedraria e tem couro natural e solado tratorado! Bem confortável .

sandmatchesfashionNa Matchesfashion encontramos esse modelo coloridão que anda fazendo a cabeça das europeias porque para elas é a cara do verão – usado com tudo que você possa imaginas nas ruas gostei mesmo foi da combinação com look total black!

sandjellymelissaA  Melissa  Floxtambém anda aparecendo com frequência nas páginas do verão de outras terras – citada como opção fashionista e confortável é um modelo nacional com preço razoável para você andar por aí em dias de calorão ( para mim não sua , não aperta e nem machuca – antes que perguntem , já estou respondendo ) P.S. na coleção nova da Melissa você encontra o mesmo modelo com plataforma em cores lindas ! E a Flox II olha só :

FLOXII

new-savage-beauty-banner

HAComemorar a chegada do verão no Reino Unido é bem diferente daqui ….aparecem porcelanas florais com a alegria de quem verá tempos mais quentes e dias sol por,digamos, pelo menos duas semanas . Enquanto no Rio de Janeiro os amigos lojistas reclamam do encalhe das coleções de inverno ( não fez frio ainda minha gente !!!) , em Londres a oferta de produtos com muitas flores encanta a plebe e a realeza com certeza. Partindo de minha experiência como moradora de Londres por algum tempo percebia que as flores eram um grande símbolo do calor …. nada de gente tostada que nem galeto aglomerada nas praias , nem pouca roupa como aqui nos trópicos … a galera lá acho que até gostaria mas a realidade é um sol no parque no fim de semana ou um happy hour também na grama banhado pela luz solar e sem uso de casaco. Todo mundo compra roupas com flores , sandálias com margaridas ou rosas e as estampas parecem querer saltar de dentro dos armários locais … Mas o mundo da estampa de verão lá é bem diferente daqui… No Harrod´s por exemplo vemos a porcelana que comemora a chegada da nova estação propondo uma alegria bem diferente da nossa … eu gosto!  Mas não sou exemplo para ninguém … pois já é sabido que não curto o sol de janeiro carioca , nem praia , nem altas temperaturas e nem as roupas que considero as mais cafonas do planeta : curtas , justas , e sem a menor criatividade….

Assim com um olhar de turista fico comparando o que é verão lá …e cá aonde temos de fato a experiência de viver dentro de uma panela de pressão !!! enquanto aqui no Rio um vento na esquina faz boots e botas saírem do closet por lá as pétalas vestem de calor os dias da aguardada estação em que literalmente tudo são flores!

HA3As crianças ganham uma linha do Peter Rabbit para comemorar o verão…HA2No site De Luxe você pode adquirir inclusive os sabores da estação !!!!

1601221_481780881959399_1005807992882076810_nPois a cada ano que passa minha paixão pela História da Moda aumenta e minha dedicação a essa área se transforma . Cada vez mais tenho mais interesse na história como fonte e como maneira de entender processos culturais e sociais. No entanto me entristece ver como essa disciplina anda sendo ministrada … confundida com toda sorte de decorebas ou sem nenhum aporte de contextualização. Desvalorizada em programas de curso faz com os alunos entendam pouco  e pior,  deixem de se apaixonar.

Uma lástima

Entendam o Barroco como vísceras , o romantismo como um mergulho desvairado em si mesmo , o renascimento como revolução e a moda como o atributo visual destas condições humanas . Não pensem em roupa como reflexo, em moda como algo que vem depois do acontecido …mergulhem na história como no centro de um novelo com fios indo em todas as direções ao mesmo tempo . Nada de ordem prevista , nada de quem veio antes ou depois. Utilizem a cronologia com um útil navegador e abram mão de decorar nomes de peças de roupa como chave de conhecimento. Desconfiem de publicações e de falas que valorizem o primeiro a vestir algo ou a utilizar alguma coisa …. nada disso é importante , nada disso é história …

Palavra de 20 anos dedicados a História e a Moda .