fevereiro 2012


Sei que o Carlos Saldanha fez e faz história como um brasileiro no mundo da animação americana. O cara é super e leva nossos bichos perdidos na cadeia evolutiva para as telonas coloridas – SID da Era do gelo é sem dúvida meu favorito seguido pelos gambás brincalhões !!

Em Rio apesar do ambiente nacional , pouco me sinto em casa . Vejo mais um Saludo Amigos – do Walt Disney com Zé Carioca  – do que outra coisa .

Mas é tudo legal – valeu a pena e o sucesso mostra como o cara é bacana, não somente em estampar o Brasil por aí o,  mas em vencer questões técnicas com criatividade ímpar!

No Oscar ,no entanto, Saldanha estava representado por outro Carlos . O Brown! Rei do som da Bahia ? Rei do som do mundo . Vou falar uma só vez : ele pode ser exagerado , cansativo e tem gente que acha mala … mas manda muito bem ! É um super músico! cada vez que escuto um de seus arranjos fico convencida que deus é brasileiro , entende de música e usa meia dúzia de guias colorias no peito!

Salve o estilo Carlos Brown que não levou o Oscar junto de Sérgio Mendes mas arrejou a cafonice com sua irreverência ? bem sei lá o que é aquilo …. mas é bom !P.S. Figurino de gala by Alexandre HERCHCOVITCH!

Anúncios

Mais uma vez sou obrigada a dizer que uma certa simplicidade dá certo. Adoro brilhos e o look mortiça me faz totalmente a cabeça (porém angelina Jolie já me cansou e me deu ainda um certo medo com aqueles bracinhos palitinhos ) mas , além dos vestido tqc ( tomara que caia para os leigos) que ninguém aguenta mais porque vai dos blocos de carnaval , aos casamentos e chega sem honras e muito menos oiginalidade no Oscar, quem é que pode com os bordados e os “lamês” daquela festa . Assim viva Tom Ford que vestiu a boa moça do cinema !!!Gwyneth Paltrow perfeita ! Não estava indicada a nada mas já tem um Oscar na prateleira, uma Miramax quase no sobrenome e ainda por cima é excelente atriz !!!!

Muita gente diz que livros são objetos que a gente precisa ter . Não adianta ler no kindle … no IPad ..nos aplicativos da vida … Como o cinema que só é mal e porcamente baixado no computador mas que JAMAIS é substituído – porque nada no mundo é melhor do que a telona e a sala escura !!! – livros são objetos que, mesmo que transtornem nossas vidas de pouco espaço e muito empilhamento, não podemos abrir mão. Eu já andei aprendendo a consumir menos livros sem como isso me tornar menos leitora. Uso muito a biblioteca da PUC- Rio estou aprendendo a cada dia mais coisas sobre e-books e publicações virtuais e … me desfaço de alguns exemplares que não serão fonte de pesquisa …. mas …mesmo assim ..amo meus livrinhos !!!

E por amor a eles resolvi postar para vocês a provocação de

Isaac Salazar que transforma livros em esculturas que segundo o artista imortalizam a paixão por estes objetos de palavras e coisas !

 

P.S. Só mesmo os livros que permitem a gente escrever palavras lembrando de outras coisas. As palavras e as coisas – remete ao título de uma inesquecível obra de Michel Foucault.

Pois parceria parece ser a onda que rege o mercado – e esses casamentos além de trabalharem a visibilidade da marca , acertam cada vez mais a identidade da mesma com relação a seu público-alvo . Olha só o que o Gorillaz preparou junto à Converse.

Outro dia encontrei uma amiga que disse : kd sua legging ? Eu respondi que o calor que venho sentindo me obriga a abandonar – temporariamente , que fique bem claro – uma das minhas paixões fashion !!! Leggings são práticas , confortáveis e podem ser ultra cool ! Funcionam como um substituto do jeans e ficam muito bacanas quando transformam a banalidade de uma peça sem graça . As pretas nasceram para dar certo …as outras … eventualmente uma coisa e outra funcionam também. Taí minhas amigas londrinas me ajudando na missão de mostra que as leggings são amigas da moda!Ah vamos lá gente – dá para ser fashionista sem comprar todas aquelas coisas que todo mundo a cada esquina tem igual , né ?  let´s mix !!!!!

Tem gente que me fala … “que mania que esse povo tem de Lego ” ! Mas o fato que que o Lego saiu há muito do campo do brinquedo e transformou-se em ícone de criatividade , ludicidade e de emoções que suscitam a brancadeira de adulto , a memória e passado recente. De montagens incríveis que reconstituem monumentos históricos e pontos turísticos O Lego passou a marcar presença nos mais variados territóriosmisturando significantes e significados , explorando o conhecimento específico e a capacidade de identificação de cada um.

Andrew Lipson , matemático e como gosta de dizer – um nerd profissional – reconstitui obras de Escher com Lego

e a designer de jóias Jacqueline Sanches explora este universo em suas peças

que de quebra questionam o limite da palavra jóia ….Bacana !