Semiótica


Além da assinatura de nomes expressivos no design a Melissa explora também auto referências – vamos chamar assim . Foi isso que os Irmãos Campana fizeram de maneira muito criativa e eu diria emocional. A Melissa Papel faz uma citação explícita a um dos materiais não só mais utilizados mas uma espécie de base de tudo e mais uma super tendência  de consumo . As peças e objetos de papel voltaram a ser vistas como novidade ainda mais tendo em pauta a questão da sustentabilidade ( veja alguns posts no tag papel) . O suporte dos suportes, o funcional,  o rústico e  finalmente cult –  papelão ondulado na versão Campana para Melissa.

A inspiração:

Genial não ??

Anúncios

Que a vida anda corrida todo mundo sabe. E que o tempo é uma convenção mas que passa de forma cada vez mais acelerada também conseguimos perceber. As tarefas se multiplicam e temos que dar conta de um número cada vez mais mirabolante de obrigações. A vida se refaz em senhas , códigos e sistemas de acesso . Entramos nos sites do trabalho , nas páginas dos bancos, na aulas on line e nas bibliotecas virtuais . Vivemos a simulação dos objetos através de sua imagem e sentimos sei lá mais o que através do que vemos postado por aí….e por que não por aqui …no blog

E sempre precisamos fazer coisas o que implica consumir coisas também. O ir e o vir, o fazer consumindo, o agir comprando ….Este é o supermercado virtual da TESCO – cadeia conhecida da Inglaterra e que disputa na Coreia o primeiro lugar da categoria e para alcançar esta meta é preciso estar em todos os lugares sem, no entanto, aumentar o número de lojas. MOMENTO ÚNICO NA HISTÓRIA : ESTAR EM TODOS OS LUGARES SEM ESTAR EM LUGAR ALGUM! A produção de de sentido de maneira tão variada recoloca a questão da simulação da realidade ! Nasce o mercado virtual no metrô – isso mesmo ! Você compra enquanto espera seu trem. O sistema é mais ou menos o seguinte : você escaneia o codigo de compra do produto que deseja e envia para seu carrinho de compras fecha o negócio e voila! a entrega é feita na no mesmo dia ! ( o cliente precisa de um smartphone o que na Coréia é brincadeirinha de criança – se aqui os adolescentes tem telefones bem mais sofisticados que o meu imagina por lá , né ?!!!!)

Para sacar melhor essa loucura dá uma olhada:

Um super excemplo daquilo que estudamos nas aulas de semiótica e chamamos de Narrativa Mítica aparece neste anúncio genial de cerveja. Nele passado ,presente e futuro são apresentados  de maneira lógica. Lógica ? Isso mesmo, a lógica pertence a organização interna do universo mítico e  a partir dela o mundo pode ser explicado e portanto compreendido – mesmo que fora dos padrões tradicionais. É uma das maneiras imemoriais de dar sentido ao que nos cerca. É preciso estar compartilhando deste pensamento para que suas etapas , divisões, explicações sejam alvo de crença, entendimento. A Narrativa Mítica é uma das mais potentes formas de comunicação na atualidade . No momento aonde somente a racionalidade do produto não atinge com tanta força o consumidor a linguagem mítica oferece a oportunidade de deixar com que uma viajem

 

seja feita. Assistir a uma propaganda requer inteligência, bom humor e mais : a exibição só termina quando o cliente preenche todas aslacunas do que está sendo visto.

 

Assistam e comentem. Muito bom mesmo!

« Página anterior