Falar em 1960 estando na semana de moda de Londres é até engraçado porque parece que você está num cenário e os personagens começam a sair de todos os lados .Nas passarelas a inspiração meio Swinging London é frequente e por lá ( além das tendências de mercado e do que vemos nas vitrines ) aparentemente o pessoal gosta muito desta época em que a cidade fervilhava com comprimentos minis e Mary Quant disputava com o Enfant Terrible – YSL – quem era o dono desta ousadia . Hoje os tempos são outros e a década de  1960 aparece nas trends views ao lado (ainda) da insana mania 1980 e  dos recentes 1990 que tabém tiveram revival desta década dos Beatles e da Jovem Guarda . Mas que confusão danada ! Estamos falando de 1960 com olhos de 1990 …pois é … a coisa é feia mesmo . A busca frenética de novidades e a simulação constante de algo espantosamente inovador faz estas dobras nas temporalidades . O resultado são shows que exibem muitas formas retas , vestidos de estrutura tubular e pernas à mostra  ao mesmo tempo em que a internet permite compras “in real time” ! E fica a pergunta o que é mesmo tempo real a essa altura dos acontecimentos ????????

mary-quant-photo-by-john-dumont-1966

Dá uma olhadinha no que você já pode comprar para compor este look sem alarde :

 

2965015 (1)From Mrs Beckhan – isso aí modelito da Posh Spice  !

max maraVersão Max Mara da tendência

Anúncios