DIY é uma sigla que significa Do It Yourself . Na contra-mão do consumismo e da reprodução em série e dos bolsos, vazios ou endividados o DIY pelo mundo afora, toma ares de quase movimento e movimenta a blogesfera.A despeito de recuperar em todos nós a capacidade de fazer algo com as próprias mãos o DIY inevitávelmente fala também da necessidade termos algo novo. Mesmo que esse novo seja uma reinvenção de algo já visto .. mas , em todo caso, é melhor que nada!

Existem vários blogs e até mesmo programas de Tv que adotaram esta pauta ou se transformaram em especialistas no assunto. Como pesquiso a customização e seus valores simbólicos e representações sociais na cultura contemporânea tenho visitado vários destes blogues e conversado com algumas meninas que enxergam no DIY vários ângulos :  uma maneira econômica -” é viver sem gastar muito”;  o retorno ao artezanal e principalmente a idéia personalização das roupas ( e de vários objetos ) . O DIY  dá aos seus adptos a sensação de participarem da cadeia produtiva , de serem consumidores mais reflexivos, ponderados e criativos.

Ainda volto a falar do assunto !

Mas antes disto um exemplo bacana de DIY ( ou do “Foi feito por mim”  – slogan da antiga versão da Revista Criativa que explorava exatamente o que hoje é o DIY)

E como o DIY não é só resultado, é importante que se veja e veicule as etapas de construção da idéia que toma corpo na peça finalizado . Afinal as etapas garentem a participação em todo o desenvolvimento do produto


Imagens : fashion.onblog.at

Anúncios