Quando falamos da moda como lógica, sistema e fenômeno é claro que a entendemos para além do limite das roupas e peças do vestuário . Por incrível que pareça ainda tem gente que acha que moda é uma coisa fútil e que por isso não merece atenção . Mas o curioso que que os porta-vozes deste discurso muitas vezes estão imersos na lógica da moda – são identificados por objetos que utilizam e no seu dia -a-dia trocam de aparelhos eletrônicos , consomem novos jogos, gadgets e tudo o mais achando que ilusoriamente isso não tem nada a ver com a moda .

Dá uma olhadinha na matéria aí :

http://www.olhardigital.com.br/embed/12424

Moda é atribuição de sentido ao que consumimos e nos dias de hoje queremos nos ver naquilo que levamos para casa . Pouco consumimos a materialidade mas muito carregamos do que o objeto significa Não basta que enxerguemos isso no produto mas agora, nossa vontade é caracterizar os objetos de nós mesmos – por isso a customização se faz tão presente no discurso contemporâneo.

Anúncios