Que a vida anda corrida todo mundo sabe. E que o tempo é uma convenção mas que passa de forma cada vez mais acelerada também conseguimos perceber. As tarefas se multiplicam e temos que dar conta de um número cada vez mais mirabolante de obrigações. A vida se refaz em senhas , códigos e sistemas de acesso . Entramos nos sites do trabalho , nas páginas dos bancos, na aulas on line e nas bibliotecas virtuais . Vivemos a simulação dos objetos através de sua imagem e sentimos sei lá mais o que através do que vemos postado por aí….e por que não por aqui …no blog

E sempre precisamos fazer coisas o que implica consumir coisas também. O ir e o vir, o fazer consumindo, o agir comprando ….Este é o supermercado virtual da TESCO – cadeia conhecida da Inglaterra e que disputa na Coreia o primeiro lugar da categoria e para alcançar esta meta é preciso estar em todos os lugares sem, no entanto, aumentar o número de lojas. MOMENTO ÚNICO NA HISTÓRIA : ESTAR EM TODOS OS LUGARES SEM ESTAR EM LUGAR ALGUM! A produção de de sentido de maneira tão variada recoloca a questão da simulação da realidade ! Nasce o mercado virtual no metrô – isso mesmo ! Você compra enquanto espera seu trem. O sistema é mais ou menos o seguinte : você escaneia o codigo de compra do produto que deseja e envia para seu carrinho de compras fecha o negócio e voila! a entrega é feita na no mesmo dia ! ( o cliente precisa de um smartphone o que na Coréia é brincadeirinha de criança – se aqui os adolescentes tem telefones bem mais sofisticados que o meu imagina por lá , né ?!!!!)

Para sacar melhor essa loucura dá uma olhada:

Anúncios