Sempre repito aos alunos que pensar dá trabalho e inspirada por Deleuze digo ainda que é preciso fazer uma certa ginástica com o cérebro e dar tempo ao pensamento para que ele se expresse.

Neste semestre corrido e tumultuado tive gratíssimas supresas que me deixaram não só satisfeita mas igualmente mais crente ainda : quem faz coisas boas é quem é bom e, quem é bom é quem pensa!

Na frente vem a galera da turma de História dos Estilos -PUC – o trabalho que fizemos na base da experimentação conceitual teve excelentes resultados desses que dariam tranquilamente para escrever um artigo e apresentar em um congresso por aí . O trabalho de seleção de imagens, desconstrução e montagem seguido de texto apresentou novas perspectivas para o debate das imagens contemporâneas como possuidoras da capacidade de mediação social – ou seja, a partir dos universos revelados individualmente conseguimos ver que vivemos no mesmo mundo e – pasmem ! – passamos pelas mesmas situações, emoções e partilhamos os mesmos sonhos e aflições. Vocês são um luxo e merecem aplausos!

Na aula de História da Indumentária – PUC- tudo trascorreu bem e a maioria dos trabalhos apresentados foi de qualidade mas se faz necessário destacar o Memory Book da Ingrid que é de PP e  fez um trabalho INCRÍVEL mostrando domínio da moda , da história e construindo uma belíssima memória das aulas – que ela me disse terem sido “iluminadoras” . Obrigada Ingrid – esse sem duvida foi um dos elogios mais bacanas que já recebi!

Na aula semiótica minha luta para fazer os cérebros fazerem ginástica continua e parece que as vezes dá bons resultados . Mas no caso da Gabriela Veras essa ginástica ela já faz então no final do período além do trabalho da caneca apresentada em 3 sentidos diversos que eu adorei – a luminária e a caneca Starck são nota 10 – ela me mostrou também o trabalho desenvolvido com Cristiano Mere outro ex aluno cabeça pensante. Belo vídeo com questões que fazem parte das reflexões a respeito do estilo atual , da produção de imagens contemporâneas e do que somos nós e nossa civilização de imagens.

De presente nesse semestre ganhei também um pessoal de primeiro período muito simpático e que promete : promete coisa boas . No Centro Paulo é genial e seus amigos – que parecem inseparáveis também me inspiram a acreditar que o design é mesmo a profissão do presente e do futuro. Na Barra a sinceridade também apareceu e isso não é para se desprezar nos dias de hoje . O mercado precisa de gente apaixonada: por isso Nelson  seja muito feliz e continue levando seus sentimentos para a vida , a sala de aula , o escritório.

Antroplogia da Moda : BOMBANDO – textos etnográficos excelentes! O resultado vem de pesquisas de campo e da observação de grupos urbanos . Tudo publicável , tudo o que eu espero que vocês possam ler em breve .

HIstória da Joalheria: sensacional ! Os estudos sobre história e significado simbólico cada vez me encantam mais e a cada semestre os books e exercícios produzidos me deixam mais entusiasmada!

Assim termino este longo post antes das férias dizendo que foi um prazer . E finalizo também não esquecendo da elegância e do interesse do Eduardo( UNESA) , da vivacidade e interesse da Thalita (PUC) , da euforia do João Batista(UNIPLI), do talento da Amanda(UNIPLI) e do fantástico trabalho das lâmpadas apresentado na aula de semiótica!

Anúncios