A despeito de minha quase tara por sapatos de pelo e estampa de onça e de seus parentes felinos o inverno me soa tão 1980 que nem sei direito o que me dá vontade de consumir. Não sou absolutamente contra a usar o que já foi usado e muito menos desconheço as releituras como um caminho positivo para a moda. Mas os sapatões pesadões …já usei tanto que não me encanto ainda por eles em sua maioria. Os oxford são assim comigo – não saiam dos meus pés ..agora não entram mais neles . Estou aguardando a visita à nova coleção da Melissa ( dá uma olhada no post sobre a coleção de inverno – lá você visualiza uma das opções que estão entrando nas lojas)para ver se incorporo um modelo da marca por que acho que seja uma boa alternativa ao tênis , principalmente para usar com vestidos e saias.

Fiz uma seleção do que andei vendo por ai ( e aqui ) que acredito que sejam as grandes marcas da estação (além do oxford é claro). As unkcle boots e open boots continuam – nos modelos de inverno o saldo é bem positivo porque as cores escuras e materiais mais fechados fazem uma relação entre nome e pessoa, sujeito e predicado que no verão não estava acontecendo direito! Também aparecem os modelos com barrados de pelo .. sei lá se a gente vai usar isso no RJ mas .. em outros estados rola …As peças são bem oitentonas e o que mais me incomoda é o efeito canela fina ao extremo. Ainda, como registro bem forte, os calçados abotinados com salto anabela. Nunca os achei elegantes mas sempre pensei neles como opções super confortáveis. E falando em conforto também estão presentes os , podemos chamar de Oxford de salto ou sapatos fechados de cadarço com salto grosso.Como as open boots a gente já conheçe e miséria pouca é bobagem vamos pensar nos modelos mais lindos : taí Louboutin para Marchesa.Esses são os tais com salto anabela … estou achando até simpáticos e muito usáveis. ( da Tory Burch)Na linha daqueles que em cima da tendência partem para o exótico ou mais conceitual ( que anda comercialmente  fazendo sucesso nesses modelos mais pesados) gostei bastante da proposta de herchcovitch na sua parceria com a Schultz  da Arezzo.
E correndo por fora – apostando no que continua a ser sucessão no exterior as botas flat ( ALA) que fazem a cabeça dos descolados e das marcas com linguagem bem contemporânea. Mas por fora ainda todavia … sempre por dentro de tudo a Prada vem com mocassins de salto meio 1950 mais para 1960 – LINDOS!Só para que tenhamos a certeza de que outras coisas estão vindo para aposentar os pesadões que andam marcando passo por aí… mas sem muita pressa ..dá para entrar no inverno pisando firme mesmo!

Anúncios