Suspeitíssima para falar deste assunto …mas e tempos em que bailarinas loucas ganham o Oscar… lá vamos nós. Tenho intimidade com o assunto pois além de ter sido bailarina por mais de 2o anos o coque é uma marca registrada minha. Tenho um cabelão grandão e pasmem os que não me conhecem : vivo com ele preso nas voltas de um coque!!!

Muito embora ache curiosa a tendência dos figurinos de balé junto a moda. A idéia não aparece pela primeira vez mas, agora é incentivada pelo sucesso do Cisme Negro que arrebatou corações ao falar da miséria humana  através dos bastidores do ballet clássico. Nessa onda de trazer tutus, tules e casaquinhos cache coer, sapatilhas e camisetas e sobreposições a baila …o coque resurge das cinzas e o que já vinha timidamente aparecendo nas passarelas tornou-se presença obrigatória entre aqueles que pertecem ao universo fashion.A musa Audrey  já vinha encantando com seu estilo glamouroso dos figurinos dos filmes mais estilosos da história do cinema.O editorial da Vogue confirmava a tendência junto a mescla de referências as décadas de 1950 e 1960.

E agora no estilo bailarina o coque se confirma como uma tendência:

O meu vem dessa inspiração aí ô:Pouco glamour, muito suor e dor e esse crochezinho que eu achava feioso !!Hoje adoro as redinhas ( escuras) e ainda descobri umas decoradas em Londres que fazem o maior sucesso !

Anúncios