TEXTO COOL!  ENJOY IT!leila_passado

Sempre gostei de História. Na medida em que o tempo passou e que estudei vários períodos aprendi a gostar mais ainda da matéria. Sou do tempo que se diferenciava História de Estória. A maioria das pessoas não gosta deste elemento de diferenciação repleto de estrangeirismos. Eu não tenho nada contra e entendo que as estórias costumam fazer parte da história. De toda maneira o que interessa é que a minha relação com o passado seja como história, estória contada ou pessoal é absolutamente saudável. Não vivo no passado, não vivo de passado e tão pouco tenho saudades do vivido como se houvesse perdido algo por lá ou pior, como se lá estivesse sempre aquilo que me foi de melhor reservado. O passado pode ser lindo, fofo e delicioso. Pode ter sido um tédio absoluto para certas pessoas ou cheio de glória, fama e fortuna para alguns. Para outros, como eu, o passado se compôs de gente, situações ,coisas e emoções que guardei , registrei ou até mesmo joguei fora por que não me serviram de nada ou não me foram agradáveis. Diga-me: para que insistir no que não é minimamente agradável? Tenho boas recordações e sempre vivi bem a vida, mas não coleciono passado, não preciso dele. Não trago amores ( e busco não trazer os desafetos) do passado porque estes estão no lugar em que deveriam estar – longe. E se por ventura estamos no mesmo país, cidade, bairro ocupamos algo, pois como espaços diferentes e este espaço é o tempo. Na medida em que os anos passam as pessoas se transformam, os fatos ocorrem e nossas interpretações a respeito do mundo e de nós mesmos, felizmente ( e tomara que sempre civilizadamente), mudam. Assim, não quero reprimir ou julgar os que vivem a vida colecionando o que já aconteceu, mas francamente incentivo a que se viva o presente. A lembrança, a olhadela nas fotografias antigas, o riso perante aquela roupa ridícula usada nada disso é problema e faz parte, me parece, do presente. É a maneira através do qual o tempo atual se faz manifesto dizendo: não sou mais como antes, tá vendo ? A vida que você tinha quando era criança, adolescente, casado, solteiro ou quando morava com sua vovozinha na fazenda era a mesma de hoje : A SUA! Então se você anda com saudades de você mesmo deixe de conversinha e viva hoje.


Anúncios